Lula: ‘questão social é a grande fronteira a ser defendida’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de abril de 2003 as 15:41, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula Silva reiterou, na tarde desta segunda-feira, que a questão social é a grande fronteira a ser defendida e ampliada no mundo globalizado. Ao discursar no centro histórico de Ouro Preto para mais 10 mil pessoas, Lula disse que existe um fosso profundo entre a parcela da humanidade que se beneficia da globalização e o restante. Segundo o presidente, o mercado econômico é uma ferramenta necessária no mundo de hoje, mas existem valores que não devem estar subordinados à lógica mercantil.

“Estamos trabalhando para mudar essa situação, para garantir que uma globalização com justiça social transforme-se em realidade”, enfatizou o presidente, lembrando que o seu governo tem agido na defesa desses princípios, a favor do livre mercdo, “desde que todos os países tenham oportunidades iguais de competir”. Na avaliação de Lula, o Brasil não pode fazer tudo o que deseja, mas pode fazer muito.

Após o discurso de cerca de 20 minutos, o presidente Lula deixou assediado pela multidão até embarcar no helicóptero e seguir para um almoço privado numa fazenda, nos arredores de Ouro Preto.

Ainda nesta segunda-feira o presidente viaja para vitória (ES), onde terá encontro com o governador Paulo Hartung. Os dois assinam protocolo de intenções na área de segurança pública.