Lula quer reformas votadas até setembro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 10 de abril de 2003 as 12:01, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva espera que entre agosto e setembro as reformas da Previdência e tributária estejam votadas pelo Congresso. O presidente manifestou esta confiança na abertura do seu pronunciamento na reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), realizada esta sexta-feira no Palácio do Planalto. O presidente lembrou a reunião que terá com os governadores na semana que vem, quando acredita que poderá discutir a forma final das propostas. Se isso for possível, disse Lula, nos dias 16 ou 17, será possível levar ao Congresso os dois projetos. O presidente destacou também a presença da maioria dos integrantes do Conselho na reunião. Ele voltou a frisar que as reformas sao um passo importante e um compromisso com a sociedade.

Lula afirmou também que que o Brasil precisa aprovar todas as reformas estruturais até o próximo ano. “Tudo que a gente puder fazer no primeiro e segundo ano (de governo) será muito mais fácil pois se deixar para o ano seguinte – 2006 – que é um ano eleitoral, não faremos mais as reformas”. Ele citou como prioritárias, além da reforma previdenciária e tributária, as reformas política e trabalhista.