Lula nega demissão de ministro dos Transportes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de janeiro de 2003 as 16:19, por: cdb

O porta-voz da Presidência da Republica, André Singer, foi convocado no início da tarde desta terça-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pôr um fim nas especulações segundo as quais o ministro dos Transportes, Anderson Adauto, estaria demissionário.

“Não está na pauta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a substituição de ministros”, afirmou Singer.

Como foi eleito deputado federal em outubro passado, Adauto tem que se licenciar do cargo de ministro nos próximos dias para tomar posse na Câmara, e, em seguida, renunciar para retornar à pasta dos Transportes.

Entretanto, jornais brasileiros especulam que Adauto optaria por ficar na Câmara, deixando de lado seu posto no governo de Lula.

O motivo da crise são notícias sobre um suposto envolvimento de Adauto com o desvio de verbas do município de Iturama, no estado de Minas Gerais.

As denúncias foram objeto de uma Comissão Parlamentar de Inquérito que chegou a ser aberta na Câmara de Vereadores da cidade, mas que teve o relatório, incriminando Adauto, arquivado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

O ministro pediu uma audiência no fim da tarde com o presidente Lula para exigir que as denúncias sejam apuradas pelo governo, a fim de terminar com a especulação, nos jornais, sobre sua saída do Ministério.