Lula libera R$ 227 milhões para região amazônica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de maio de 2003 as 18:27, por: cdb

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, reuniu-se com cinco governadores da região norte do país, nesta sexta-feira, em um encontro que terminou com a liberação de R$ 227 milhões para o início de financiamentos de projetos de desenvolvimento para a região Amazônica.

O presidente brasileiro disse que o dinheiro será proveniente do Fundo Constitucional do Norte, que tem recursos da ordem de R$ 1 bilhão a serem investidos em projetos na região.

Segundo o presidente, embora tenham sido assinados três acordos importantes para o Norte do país, ainda há muito a ser feito pela população local.

“É o início de um caminho e de uma nova era”, enfatizou o presidente.

“Queremos representar não só o pensamento dessas regiões, mas também levar em conta suas aptidões na hora de elaborar projetos”, garantiu.

O presidente lembrou que há 23 anos não ia ao estado do Acre e percebeu, nesse período, que não existe apenas um modelo de desenvolvimento no país, mas que todas as partes devem ser ouvidas.

Os acordos assinados incluem a autorização para a criação de assentamentos florestais, que formarão o novo modelo de reforma agrária para a Amazônia brasileira; a reformulação das atribuições do Banco da Amazônia (Basa); e a implementação do Programa de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia.

Lula ressaltou que está encerrada a era em que o desenvolvimento do país “era pensado a partir da burocracia e da tecnocracia de Brasília”.

O governador do Acre, Jorge Viana, disse que Lula, com a histórica reunião no Norte, estava quebrando um tabu na política brasileira

O presidente passou mais de cinco horas no Palácio Rio Branco, na capital do Acre, reunido com governadores Eduardo Braga, do Amazonas, Waldez Góes, do Amapá, Jorge Vianna, do Acre, Ivo Cassol, de Rondônia, e Flamarion Portella, de Roraima.

O único governador da região que não compareceu à reunião foi justamente o do Pará, Simão Jatene, mas ele esteve com o presidente no Palácio do Planalto, em Brasília, na quinta-feira.

Os governadores também discutiram com Lula e com diversos ministros que acompanharam o presidente as propostas da região para o Plano Plurianual (PPA).

Neste sábado, embarca para Xapuri, a 180 km da capital, onde visita o túmulo do amigo Chico Mondes, assassinado em 1988, e assina atos de implementação de projetos sociais.