Lula indica o primeiro negro para ocupar cargo de ministro do STF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 7 de maio de 2003 as 13:02, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou nesta quarta-feira, do Palácio do Planalto, o nome de mais dois futuros ministros do Supremo Tribunal Federal: Joaquim Benedito Barbosa Gomes, sub-procurador da República no estado do Rio de Janeiro, e Antonio Cézar Peluso, desembargador e membro efetivo do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do estado de São Paulo.

Joaquim Benedito Barbosa Gomes será o primeiro negro indicado para o cargo na história do país. O procurador impressionou o presidente com um currículo invejável e origem humilde. Sua família era formada basicamente por pedreiros. Além disso, o mineiro é o maior defensor dos direitos humanos entre os três novos indicados. Sua tese de doutorado na Universidade de Paris tratava da adoção da cota para negros como forma de inclusão social

O presidente disse que o requisito utilizado para escolha dos nomes foi a capacidade profissional. Nos últimos cinco meses, o presidente recebeu mais de 400 nomes para ser indicado ao cargo de ministro do STF.

Lula disse ainda que foi muito importante a participação dos ministros da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e da Casa Civil, José Dirceu, e do Advogado Geral da União, Álvaro Augusto Ribeiro Costa.

– O poder jurídico precisa conquistar muito mais prestígio junto à opinião pública. Estou muito contente com as escolhas porque o país precisa de muita tranquilidade e seriedade para que nós possamos levar avante as reformas que nos precisamos no Brasil – declarou o presidente Lula.

Em maio de 2004, Lula fará sua quarta indicação, para o lugar do ministro Maurício Corrêa. Em janeiro de 2006, escolherá o substituto do ministro Carlos Velloso.

Serão eles que, junto dos demais (o tribunal tem 11 ministros), deverão julgar ações que eventualmente envolvam as reformas tributária e da Previdência – que Lula entregou ao Congresso no último dia 30.