Lula gastou menos com viagens do que FH, diz Mantega rebatendo PFL

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de novembro de 2003 as 20:00, por: cdb

O ministro do Planejamento, Guido Mantega, contestou nesta terça-feira um relatório divulgado há duas semanas pelo PFL sobre a execução orçamentária nos dez primeiros meses do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o ministro, o documento, feito a partir de dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi), é “equivocado e pouco rigoroso”. 

– A inconsistência dos dados apresentados pelo PFL mostra que o partido está tendo dificuldade para fazer uma leitura correta do Siafi – afirmou Mantega.

Segundo o PFL, o governo federal gastou com viagens o dobro do que foi gasto no mesmo período do ano passado, mas uma nota do Ministério do Planejamento afirma que decreto assinado pelo presidente Lula determinou a redução de 60% nos gastos de diárias e passagens de toda a administração pública. Segundo Mantega, a medida deu resultado e, durante os dez primeiros meses do ano, gastou-se 50% menos do que foi executado em 2002, em termos reais.

De acordo com Mantega, o PFL parece ter incluído, de forma duplicada, a execução de todo o refinanciamento da dívida pública federal, dos encargos financeiros da União, das operações oficiais de crédito e das transferências constitucionais e legais a estados, Distrito Federal e municípios.