Lula é o primeiro presidente a participar de assembléia da CNBB

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de maio de 2003 as 18:05, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o primeiro presidente da República a participar de uma Assembléia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Foi o próprio Lula, que visita a entidade na noite desta quinta-feira, quem pediu o encontro.

A reunião anual dos bispos católicos acontece em Indaiatuba (SP), entre os dias 30 de abril e 9 de maio.

Segundo a assessoria de imprensa da entidade, o tema da fome deve ser o principal assunto nas conversas entre o presidente da República e os bispos. Também estão programados um jantar e discursos.

A Assembléia Geral da CNBB, que acontece desde 1953, reúne todos os bispos do país e neste ano elege a nova presidência da entidade, os presidentes dos Conselhos Episcopais Pastorais e o delegado junto ao Conselho Episcopal Latino-Americano. Esta é a 41ª Assembléia Geral da CNBB.

Presidência

O cardeal-arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, d. Geraldo Majella Agnelo, 69, deve ser eleito. Ele deve suceder d. Jayme Chemello.

O nome de d. Geraldo encabeça as duas chapas apresentadas aos cerca de 300 bispos que farão a escolha – uma que representa setores “progressistas” da igreja e outra que representa os mais “conservadores” (os termos são apontados como imprecisos pelos bispos).

A chapa “progressista” tem entre seus articuladores d. Tomás Balduino, presidente da Pastoral da Terra, órgão ligado à igreja que participou da formação do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e que tradicionalmente apóia suas ações.

Um dos principais articuladores pelo lado dos “conservadores” é d. Amaury Castanho, bispo de Jundiaí (SP), que defende uma igreja com menor envolvimento em questões estritamente políticas.