Lula e Bush assinarão memorando de cooperação em biocombustível

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de março de 2007 as 19:08, por: cdb

O Ministério das Relações Exteriores (Itamaraty) confirmou nesta quinta-feira que o encontro que o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, terá nesta sexta-feira em São Paulo com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva resultará na assinatura de um memorando de entendimento entre os dois países para intensificar a cooperação no desenvolvimento de biocombustíveis.

O Itamaraty não informou se o presidente Lula abordará a sobretaxa de US$ 0,54 cobrada pelos Estados Unidos por galão de etanol adquirido do Brasil. Para o governo brasileiro, a taxa desestimula a competitividade entre o combustível brasileiro (feito da cana-de-açúcar) e o etanol americano, produzido a partir do milho. Um galão equivale a pouco mais de 3 litros.

O comércio exterior será outro assunto abordado no encontro entre os chefes de Estado. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, os presidentes discutirão o andamento das negociações da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC). O G 20, grupo de países em desenvolvimento liderado pelo Brasil, cobra das nações desenvolvidas a redução dos subsídios a produtores agrícolas para que os países em desenvolvimento possam exportar mais.

De acordo com o comunicado, Lula e Bush conversarão sobre a reforma das Nações Unidas. O Brasil quer ser incluído como membro permanente do Conselho de Segurança da ONU. O andamento dos grupos de trabalho criados durante a visita de Lula aos Estados Unidos, em 2003, e de Bush ao Brasil, em 2005, também será abordado no encontro.

No plano regional, conforme o Ministério das Relações Exteriores, Lula e Bush vão discutir medidas para aumentar as ações de ajuda ao Haiti em áreas como educação, saúde e saneamento.

O encontro entre os dois presidentes ocorrerá às 12h45 no Hotel Hilton Morumbi, em São Paulo. Após a conversa, Lula e Bush devem dar declaração à imprensa. Depois de visitar o Brasil, Bush segue para Uruguai, Colômbia, Guatemala e México.