Lula diz que não faltará dinheiro para combater a febre aftosa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de maio de 2007 as 20:17, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu que não vai contingenciar recursos destinados ao combate à febre aftosa, ao participar na ExpoZebu 2007, em Uberaba (MG), do lançamento da Campanha Nacional contra a Febre Aftosa.

– Posso dizer para vocês que não será contingenciado o dinheiro de combate à febre aftosa. Nós iremos combater a febre aftosa porque o Brasil passou a ser um país extremamente importante no mercado de carne mundial -, afirmou em entrevista após abertura do evento.

De acordo com o Ministério da Agricultura, mais de 103,8 milhões de bovinos e 903,1 mil bubalinos serão imunizados em 13 estados e o Distrito Federal. Os rebanhos da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, e do Arquipélago de Marajó, no Pará, serão vacinados em setembro.

Sobre o protocolo que transforma o Projeto de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino (Pró-Genética), existente apenas em Minas Gerais, em programa de âmbito nacional, Lula comentou que essa é a oportunidade de ” juntar a alta tecnologia, a tecnologia de ponta, com o pequeno agricultor, que vai permitir que ele tenha um boi ou uma vaquinha de melhor qualidade, que vai produzir muito mais, vai valorizar seu rebanho”

O projeto dá ao agricultor familiar acesso a animais de melhor qualidade, como por exemplo os que produzem mais leite. O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) oferecerá empréstimo para o pequeno produtor comprar os bovinos.