Lula defende pacto nacional para acabar com o analfabetismo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de abril de 2003 as 17:40, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu um pacto nacional para acabar com o analfabetismo que atinge hoje, segundo o Ministério da Educação, cerca de 20 milhões de adultos. Em discurso na cerimônia de assinatura da parceria entre a CNI/Sesi e o Ministério da Educação para alfabetizar 2 milhões de pessoas em 4 anos, na Confederação Nacional da Indústria, o presidente disse que a alfabetização e a educação dos brasileiros serão marca de seu governo.

“Quero alfabetizar 20 milhões de jovens e adultos nos próximos quatro anos. É uma meta ambiciosa, mas pode ser alcançada com projetos alternativos e união de forças”, disse. O presidente citou em seu discurso o educador Paulo Freire e a importância de entidades como Senai e as outras quatro do chamado Sistema S (Sesi, Senac, Sesc e Senar) para alfabetizar e capacitar os trabalhadores. Ele mencionou o fato de ter feito curso profissionalizante para torneiro mecânico no Senai.

Dirigindo-se ao ministro da Educação, Cristovam Buarque, Lula afirmou que o governo não tem pressa em atingir as metas de erradicação do analfabetismo.