Lula defende a paz mundial na assembléia da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 21 de setembro de 2004 as 04:01, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai abrir a Assembléia Geral da ONU, nesta terça-feira, com um discurso em defesa da paz mundial. Segundo assessores do presidente, Lula deve dizer que é crescente o ódio e a violência no mundo e que uma nova ordem tem de ser baseada em aspectos sociais, econômicos e políticos.

A ONU tem 192 países-membros, mas não foi divulgado o número de chefes de Estado ou de governo que vai comparecer à assembléia em Nova York.

A expectativa é de que o comparecimento seja menor do que o do ano passado, quando as discussões sobre a guerra no Iraque atraíram um grande número de países interessados em expressar posições sobre o assunto.

Para o Brasil, a discussão sobre a reforma do Conselho de Segurança é um dos temas mais importantes na ONU, já que o país quer uma vaga permanente no órgão.

Ao fim da assembléia, o presidente Lula tem uma reunião com os líderes do Japão, da Alemanha e da Índia. As quatro nações formaram o G-4, um grupo de quatro países que compartilham a intenção de conseguirem uma vaga no Conselho de Segurança.