Londres também quer sediar corrida de Fórmula 1

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 12:14, por: cdb

O prefeito de Londres, Ken Livingstone, quer organizar uma corrida de Fórmula 1 na cidade e na terça-feira afirmou que a prova poderia ser realizada sem tirar a corrida de Silverstone do calendário.

Livingstone fez uma corrida de exibição com carros de Fórmula 1 na rua Regent, em Londres, em julho, e pretende montar uma corrida ao estilho do GP de Mônaco na cidade.

– Ainda estou apoiando um grande prêmio para Londres e aceitaria qualquer tipo de aproximação da Fórmula 1 como para organizar aqui o GP da Europa – disse ele ao jornal Evening Standard.

– No entanto, eu acredito que Silverstone dá uma contribuição importante para o sucesso da indústria automobilística na Grã-Bretanha. Espero que o GP da Inglaterra permaneça lá – enfatizou.

O empresário da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, criticou as instalações em Silverstone, que foi um campo de pousos para aviões na Segunda Guerra Mundial e abrigou a primeira prova de Fórmula 1 em 1950, e indicou que gostaria de ver uma corrida em Londres.

O Clube Britânico dos Pilotos de Corridas (BRDC), dono do circuito, está conversando com Ecclestone sobre uma melhor promoção do evento, melhorando as instalações e assegurando seu futuro.

O GP da Europa foi realizado em Nurburgring, na Alemanha, nos últimos seis anos, além do GP alemão, disputado em Hockenheim. A Itália tem abrigado duas provas, a de Monza e a de San Marino em Ímola, embora Ecclestone tenha dito que a prova de abril passado foi a última na categoria do autódromo próximo de Bologna.

O primeiro GP da China, realizado no último fim de semana, foi um grande sucesso. A Turquia deve ter sua prova em 2005.