Londres acha que Saddam sobreviveu ao ataque americano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de março de 2003 as 13:22, por: cdb

As autoridades britânicas acham que o presidente do Iraque, Saddam Hussein, provavelmente sobreviveu ao ataque americano lançado na última quinta-feira (20) contra ele, embora tenha abandonado a região numa ambulância.

“Recebemos a informação de que Saddam Hussein abandonou área numa ambulância e fala-se que ele ficou ferido, inclusive insinuaram que teria morrido, mas isso é pouco provável”, informou o secretário de Estado britânico, Mike O’Brien, este domingo.

Em declarações à rede BBC, O’Brien disse que “se (o presidente iraquiano) ficou ferido, parece que não foi nada sério”.

“Mas muito é especulação, e tudo que podemos dizer é que a informação que recebemos de pelo menos uma testemunha é que o tiraram em uma ambulância”.

Os primeiros ataques americanos contra o Iraque começaram na madrugada de quinta-feira (20) (noite de quarta-feira em Brasília) em um local onde a CIA acreditava que estavam Saddam Hussein e seus dois filhos, Ousay e Uday.

O governo iraquiano garante que o presidente sobreviveu ao ataque e que se encontra em perfeito estado de saúde.

Washington informou que não sabe do paradeiro do presidente iraquiano, que após o primeiro ataque fez um pronunciamento pela televisão iraquiana, sem que saiba até o momento se era uma garavação realizada antes do início da ofensiva dos Estados Unidos.

No último sábado (22), o chefe da operação militar no Iraque, o general americano Tommy Franks, minimizou a importância do paradeiro de Saddam e afirmou que a guerra não é “contra uma só pessoa, mas contra todo um regime”.