Londres 2012: Ópera será interpretada de helicópteros em cidade britânica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de março de 2012 as 08:00, por: cdb
Quarto de cordas vai tocar parte da obra de Stockhausen nas alturas

Um quarteto de cordas tocará parte da peça “Quarta-feira de Luz”, do compositor alemão Karlheinz Stockhausen (1928-2007), a bordo de quatro helicópteros militares. Enquanto isso, os espectadores acompanharão a performance no céu por meio de telões, instalados dentro de um galpão industrial antigo, onde será interpretado o restante da ópera. E o barulho dos helicópteros não é um problema: para os organizadores, os ruídos vão dar mais força à atmosfera da ópera. Ao escrever a ópera, que tem duração de 5 horas, Stockhausen previu que o ruído das hélices dos aparelhos seria incorporado à música.

A companhia de ópera de Birmingham é conhecida por suas ousadias, mas desta vez o desafio é grande: a peça de Stockhausen é tão complexa que, até agora, nunca foi interpretada por completo nos palcos.

A apresentação envolverá 150 artistas e deverá custar 1 milhão de libras, ou cerca de R$ 3 milhões, o que despertou críticas num momento em que os gastos estatais estão sob forte escrutínio na Grã-Bretanha.

– É incrível a quantidade de dinheiro de impostos que será usada em uma ópera absurda, num momento em que as finanças públicas estão tão caóticas – disse ao jornal Daily Mail Emma Boon, a representante da organização Taxpayers’ Alliance (Aliança dos Contribuintes, numa tradução livre).

Mas os organizadores argumentam que a empreitada cultural, agendada para 22 a 25 de agosto, vai valer a pena. Graham Vick, da companhia de ópera de Birmingham, disse à BBC que o ineditismo do evento fará com que todos os olhos do mundo se voltem à cidade, a segunda maior da Grã-Bretanha.

Além da ópera nas alturas, a cidade e seus arredores abrigarão outros 70 eventos culturais durante o verão no hemisfério Norte.