Locarno: Melhor Direção é portuguesa mas produtora não pagou ninguém

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 13 de agosto de 2016 as 19:40, por: cdb

O filme português Ornitólogo dirigido pelo realizador João Pedro Rodrigues ganhou o Premio de Melhor Direção, no Festival Internacional de Cinema de Locarno

 

Por Rui Martins, do Festival Internacional de Cinema de Locarno:

 

Realizador português João Pedro Rodrigues ganhou Leopardo de Melhor Direção
Realizador português João Pedro Rodrigues ganhou Leopardo de Melhor Direção

O filme português Ornitólogo dirigido pelo realizador João Pedro Rodrigues ganhou o Premio de Melhor Direção, no Festival Internacional de Cinema de Locarno. João Pedro que já havia recebido menção honrosa com o filme A ultima vez que vi Macao, desta vez tem direito a um Leopardo de Prata por seu filme Ornitólogo, muito bem recebido pela crítica e pelo público.

Numa declaração surpreendente, o realizador português revelou, tendo oito mil espectadores como testemunhas, , em Locarno, na Piazza Grande, que uma das produtoras do seu filme, a produtora portuguesa Blackmaria, não pagou os atores e nem a ele mesmo  pelo filme. Espera-se agora que Blackmaria o faça ou se explique, se não estiver em falência.

Cinema português está numa de suas melhores fases
Cinema português está numa de suas melhores fases

O Leopardo de Ouro de melhor filme foi para o filme búlgaro Sem Deus, de extrema maldade e impiedade, da realizadora Ralitza Petrova. Esse mesmo filme ganhou o Leopardo de melhor interpretação feminina para Irena Ivanova, uma enfermeira de idosos que subtraia seus documentos para entregá-los a uma máfia de falsificadores.

O Premio especial do Juri foi para o filme rumeno Inimi Cicatrizate, que se passa numa clínica dos anos 30 de tratamento de tuberculose óssea, dirigido por Radu Jude.

O Premio de melhor intrepretação masculina foi para o polonês Andrzej Seweryn, no filme A Ultima Família, de Jan P. Matusynski.

A Menção especial foi para Mister Universo, de Tizza Covi, contando a vida de um domador de circo ligado num amuleto.

Os jornalistas do juri independente concederam o premio Bocccalino ao filme de Licinio Azevedo, Comboio de Sal e Açucar.

Todos os filmes premiados serão comentados.

Rui Martins está até dia 14 em Locarno, convidado pelo Festival Internacional de Cinema.