Livro dos Recordes é vendido para grupo canadense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008 as 13:49, por: cdb

A HIT Entertainment Limited e o Jim Pattison Group anunciaram, nesta sexta-feira, que a Jim Pattison Entertainment Ltd., uma subsidiária do grupo, adquiriu o Guinness World Records da HIT Entertainment. Os detalhes da venda não serão publicados.

O Guinness World Records ( www.guinnessworldrecords.com ) é a autoridade reconhecida universalmente em façanhas de quebra de recordes. Publicado primeiramente em 1955, o Guinness World Records transformou seu livro anual em um fenômeno internacional publicado em mais de 100 países e em 37 línguas. O próprio livro acabou quebrando também um recorde. O Guinness World Records(TM) é o livro protegido por direitos autorais mais vendido no mundo.

Jim Pattison Group é a terceira maior empresa privada do Canadá, com vendas de mais de $ 6,3 bilhões e com mais de 29.000 funcionários, e é um grupo diversificado de empresas baseadas em Vancouver, British Columbia, Canadá ( www.jimpattison.com ). Seus holdings incluem a Ripley Entertainment Inc., que deteve os direitos autorais para desenvolver e operar os museus e atrações do Guinness World Records por mais de uma década. Existem atualmente seis atrações do Guinness World Records em quatro países, incluindo Tóquio, Japão; Niágara Falls, Ontário, Canadá; Hollywood, Califórnia; San Antonio, Texas e Gatlinburg, Tennessee, nos EUA; e em Copenhagen, Dinamarca, com uma substancial demanda em todo o mundo por novas atrações do Guinness World Records.

Ao anunciar a aquisição em nome do Grupo, Jim Pattison Jr., Presidente da Ripley Entertainment, disse que “o Guinness World Records é uma marca icônica”.

– Estamos muito felizes pela oportunidade que a HIT Entertainment nos deu de adicionarmos este líder global em recordes mundiais ao nosso grupo. Nenhuma outra empresa coleta, confirma, aprova e apresenta dados de recordes mundiais com o mesmo investimento em extensão e autenticidade. A união que está por vir — do Guinness World Records e do Believe It or Not!, da Ripley — cria uma combinação histórica de autoridades líderes mundiais em recordes e quebra de recordes, e isso é inacreditável – disse.