Linhas do BRT para os Jogos começam a funcionar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2016 as 15:24, por: cdb

Ao todo, foram criados quatro serviços especiais de BRT para atender o espectador olímpico e não alterar a rotina da cidade

Por Redação, com ARN – do Rio de Janeiro:

 

Nesta segunda-feira foram abertos dois dos quatro serviços olímpicos do BRT: Jardim Oceânico,  Terminal Olímpico (Centro Olímpico) e Terminal Paralímpico (Recreio), Vila Militar. Neste primeiro momento, a operação será apenas para a família olímpica e credenciados (pessoas que vão trabalhar nos equipamentos olímpicos).

Os dois serviços entrarão em operação de forma gradativa até 1º de agosto, quando os quatro serão totalmente abertos aos espectadores que tiverem o Cartão RioCard Jogos Rio 2016. Inicialmente, o serviço Recreio , Vila Militar sairá do Recreio e irá até Marechal Fontenelle. Já o serviço Terminal Olímpico (Centro Olímpico), Jardim Oceânico, sairá do Terminal Olímpico indo até a estação Bosque Marapendi.

Ao todo, foram criados quatro serviços especiais de BRT para atender o espectador olímpico e não alterar a rotina da cidade. As estações Madureira-Manaceia e Vicente de Carvalho, que fazem parte da operação especial e também atendem usuários do corredor BRT Transcarioca, terão módulos independentes de embarque para os espectadores olímpicos. Esses serviços estarão disponíveis para quem tiver o RioCard Jogos Rio 2016, (confira a relação no quadro abaixo). A expectativa é de que 27 mil passageiros utilizem esse sistema nos horários de pico durante este período. No período das Olimpíadas, os serviços regulares do BRT Transoeste e Transcarioca não serão afetados e ficarão disponíveis normalmente aos passageiros.

Ao todo, foram criados quatro serviços especiais de BRT para atender o espectador olímpico e não alterar a rotina da cidade
Ao todo, foram criados quatro serviços especiais de BRT para atender o espectador olímpico e não alterar a rotina da cidade

Serviços olímpicos

Terminal Paralímpico (Recreio) x Marechal Fontenelle
Estações atendidas: Recreio, Olof Palme, Riocentro, Morro do Outeiro, Marechal Fontenelle
Horário de funcionamento do serviço: 24h

Bosque Marapendi x Terminal Olímpico (Centro Olímpico)
Estações atendidas: Bosque Marapendi, Barra Shopping e Centro Olímpico
Horário de funcionamento do serviço: 24h
Estes serviços serão ampliados até o dia 1/8.

1 de agosto

Terminal Paralímpico (Recreio) x Vila Militar
Estações atendidas: Recreio, Olof Palme, Riocentro, Morro do Outeiro, Marechal Fontenelle, Magalhães Bastos e Vila Militar
Horário de funcionamento do serviço: 24h
Tempo de viagem entre Recreio e Vila Militar: 32 minutos

Jardim Oceânico x Terminal Olímpico (Centro Olímpico)
Estações atendidas: Jardim Oceânico, Bosque Marapendi, Barra Shopping e Centro Olímpico
Horário de funcionamento do serviço: 24h
Tempo de viagem entre Jardim Oceânico e Centro Olímpico: 20 minutos

Terminal Olímpico (Centro Olímpico) x Vicente de Carvalho
Estações atendidas: Olof Palme, Riocentro, Morro do Outeiro, Madureira-Manacéia e Vicente de Carvalho
Horário de funcionamento do serviço: 05h às 02h
Tempo de viagem entre Vicente de Carvalho e Olof Palme: 40 min

Jardim Oceânico x Golfe Olímpico
Estações atendidas: Jardim Oceânico, Bosque Marapendi, Barra Shopping e Golfe Olímpico
Horário de funcionamento do serviço: 05h às 18h
Tempo de viagem entre Jardim Oceânico e Golfe Olímpico: 20 minutos

Serviço operante somente nos dias de competição de golfe. Nos dias de competição no Pontal, será estendido até a estação Gilka Machado.

Cartão unitário do metrô

O valor creditado no cartão unitário do metrô carioca Rio passa a ter validade até o reajuste da tarifa a que corresponde o crédito. Atualmente, o prazo de validade é de três dias, incluindo a data da compra.

A a decisão é da Agetransp, Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes Aquaviários, Ferroviários, Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio, que decidiu estabelecer novas regras para a comercialização do cartão unitário do metrô, aquele adquirido pelo portador com crédito equivalente a uma única viagem nas linhas operadas pela concessionária Metrô Rio.

A concessionária terá prazo de 30 dias para adequar seus sistemas aos novos procedimentos, a partir da publicação da referida resolução no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Caso o valor creditado no cartão unitário expire, o portador poderá optar por receber o crédito ou pagar a diferença correspondente ao valor reajustado para uma passagem. A qualquer momento e independentemente do prazo de validade do cartão unitário, o portador poderá trocá-lo pelo valor creditado.

As normas de comercialização e utilização do cartão unitário estabelecidas na resolução deverão ser amplamente divulgadas em todas as estações, bem como no portal da concessionária na internet e nos cartões que vierem a ser confeccionados a partir da data desta publicação desta resolução. O portador do cartão unitário não terá direito ao ressarcimento do saldo remanescente em caso de perda, extravio, furto, roubo ou má conservação do cartão.