Linha 4 do Metrô anuncia testes dos sistemas de incêndio nas estações e túneis

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 4 de julho de 2016 as 15:18, por: cdb

O procedimento, adotado pelo Governo do Estado, é determinado pela norma de segurança internacional NFPA 130 (2014)

Por Redação, com ARN – do Rio de Janeiro:

 

A partir desta terça-feira, a Linha 4 do Metrô Rio irá testar os sistemas de prevenção e combate a incêndio, para detecção e extração de fumaça do interior das estações e túneis entre Barra da Tijuca e Ipanema. Esta é mais uma etapa da fase de conclusão das obras, para garantir o início das operações na nova linha.

O procedimento, adotado pelo Governo do Estado, é determinado pela norma de segurança internacional NFPA 130 (2014). Recentes e modernos, testes como esses têm sido utilizados mundialmente. No sistema metroviário do Rio de Janeiro é a primeira vez.

A partir desta terça-feira, a Linha 4 do Metrô Rio irá testar os sistemas de prevenção e combate a incêndio
A partir desta terça-feira, a Linha 4 do Metrô Rio irá testar os sistemas de prevenção e combate a incêndio

As simulações vão ocorrer até o dia 16 deste mês e serão iniciadas pela Estação Jardim Oceânico, na Barra. A fumaça cenográfica usada nos testes não é tóxica à população e animais domésticos, não havendo nenhuma relação com incêndio. Como a fumaça poderá ser vista nas proximidades, estão sendo distribuídos comunicados a moradores e comerciantes do entorno dos canteiros. O Corpo de Bombeiros e a Secretaria estadual de Defesa Civil também estão cientes do procedimento.

A brigada de incêndio dos consórcios construtores acompanhará os serviços, que ocorrerão conforme cronograma abaixo:

Estação Jardim Oceânico, Barra da Tijuca – (terça-feira)

Túneis em São Conrado  – (quarta-feira)

Estação Nossa Senhora da Paz, Ipanema – (quinta-feira)

Estação Jardim de Alah, Leblon – (sexta-feira)

Estação Antero de Quental, Leblon – (sábado)

Poço de ventilação e saída de emergência (entre as avenidas Visconde de Albuquerque e Ataulfo de Paiva, Leblon) – (segunda-feira)

Estação São Conrado – (terça-feira)

Expansão da Estação General Osório, Ipanema – (quarta-feira)

Túneis em São Conrado – (quinta-feira)

Bitúnel entre São Conrado e Barra –  (sexta-feira)

Bitúnel entre São Conrado e Alto Leblon – (sábado)

Linha 4 vai transportar 300 mil pessoas por dia

A Linha 4 do Metrô vai unir o Rio, integrar regiões e levar qualidade de vida a milhares de cidadãos. Esta é uma obra do Governo do Estado do Rio de Janeiro e vai transportar, de acordo com a demanda estimada, mais de 300 mil pessoas por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico. O projeto representa a execução, de uma só vez, da mesma extensão de metrô subterrâneo existente no estado. Este é o maior legado em mobilidade que o Rio de Janeiro ganhará com os Jogos Olímpicos.