Ligações celulares do dia dos ataques contra moradores de rua rastreadas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 1 de setembro de 2004 as 22:39, por: cdb

Nesta quarta-feira, o Tribunal de Justiça de São Paulo decretou sigilo de justiça nas investigações sobre os ataques contra moradores de rua, que resultaram na morte de seis pessoas. A Polícia Civil, que é responsável pelo inquérito, quer saber a relação das ligações de celulares que estavam na região central da capital paulista nos dias que ocorreram as agressões contra moradores de rua.

O juiz Rui Porto Dias, da 1ª Vara do Júri da capital, acatou o pedido de identificação das ligações. As operadoras de serviço celular tem o prazo de 72 horas para informar a relação das ligações enviadas e recebidas e o horário dessas ligações. O juiz entendeu ser necessário decretar o sigilo, com objetivo de garantir a privacidade das pessoas que serão identificadas por meio das ligações.