Líder do PCC é assassinado no litoral de SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de maio de 2003 as 15:23, por: cdb

O traficante Cristian Inácio de Araújo, conhecido como Macaco, de 24 anos, foi encontrado morto na madrugada da última quarta-feira no apartamento em que estava morando, no Centro de Guarujá, no litoral de São Paulo.

Araújo era foragido da Cadeia Pública de Praia Grande e um dos traficantes mais conhecidos e procurados pela polícia da região, de acordo com o delegado de Guarujá, Milson Calves. O traficante foi morto com um tiro no rosto.

Segundo a polícia, a vítima residia no local há cerca de três semanas. No imóvel havia sinais de luta e vários objetos estavam revirados. O corpo do traficante foi localizado na sala do apartamento, que fica na Avenida Puglisi. Um caderno com diversas anotações também foi encontrado pela polícia.

De acordo com o delegado, Araújo seria um dos principais líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) na cidade paulista. Segundo o policial, a vítima comandava o tráfico de drogas e ações de roubos na região.

Os policiais ainda apreenderam um RG e documentos de um Fiat Marea, em nome de Christiano de Souza Brunetto, e uma carteira contendo R$ 309,00 em dinheiro. Duas cédulas de 50 Euros também foram apreendidas no local. A polícia suspeita que os documentos sejam falsos. Ainda não há pistas sobre o autor e causas do homicídio.