Líder checheno reivindica autoria do atentado à escola russa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de setembro de 2004 as 03:00, por: cdb

A autoria do ataque terrorista à escola de Beslan, na Rússia, que resultou no massacre de mais de 320 reféns, foi reivindicada pelo chefe separatista da Chechênia, Shamil Basayef, em um comunicado, nesta sexta-feira.

Basayev afirmou, ainda, que as brigadas do grupo Riyadus-Salikhin, que ele comanda, realizaram, também, os atentados que derrubaram dois aviões em Moscou.

Shamil Basayef é o homem mais procurado na Rússia.