Libertado, Antério Mânica segue para festa em Unaí

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 6 de outubro de 2004 as 10:27, por: cdb

O prefeito eleito e fazendeiro Antério Mânica (PSDB), suspeito de ser um dos mandantes do assassinato de três fiscais do Ministério do Trabalho em Unaí, norte de Minas Gerais, foi libertado pela Polícia Federal através de um habeas-corpus e segue nesta quarta-feira para a cidade, onde foi eleito prefeito e será recebido com festa.

Mânica passou a noite em um hotel de luxo na região sul de Belo Horizonte e só deve embarcar à tarde para a cidade, onde está programada uma recepção festiva. O fazendeiro vai aguardar em liberdade o julgamento sobre a acusação de participação na chacina de Unaí. O irmão, Norberto Mânica, um dos maiores fazendeiros do país e também acusado de ser mandante do crime, além de outros sete acusados, continuam presos na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem na região metropolitana.

Mesmo preso, Antério Mânica foi eleito prefeito de Unaí, com mais de 70% dos votos no último domingo. Agora há pouco, ainda no hotel, Mânica deu declarações aos jornalistas, dizendo que era inocente.