Libaneses viajam ao Iraque para servir de “escudos humanos”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de março de 2003 as 15:38, por: cdb

Nove libaneses, entre eles uma mulher, viajaram neste sábado, ao Iraque para servir de “escudos humanos” no caso de uma guerra contra o país árabe, informaram emissoras de rádio locais.

Os nove libaneses, que asseguraram não integrar nenhum grupo político ou religioso, se reuniram em frente à embaixada do Iraque em Beirute e de lá partiram em um ônibus levando fotos do presidente iraquiano, Saddam Hussein.

Um deles, Saadin Ghaya, que acusou EUA e Israel de “combaterem o Islã”, assegurou que todos do grupo estão “dispostos ao martírio em defesa do Iraque”.

Os nove libaneses se unirão a pacifistas de vários outros países do mundo que se encontram em Bagdá para servir como “escudos humanos”.