Leonardo Boff é premiado na Suécia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de outubro de 2001 as 16:02, por: cdb

O teólogo brasileiro Leonardo Boff, o grupo antinuclear britânico Trident Ploughshares e o jovem ativista venezuelano José Antonio Abreu vão dividir o prêmio “Right Livelihood” deste ano com o grupo pacifista israelense Gush Shalom. O prêmio, de US$ 187 mil, conhecido por ser uma alternativa ao Nobel, é outorgado todos os anos.

O criador do prêmio, Jakob von Uexkull, afirmou que todos os vencedores mostraram “formas positivas de enfrentar este momento de pesar, medo e insegurança” depois dos atentados terroristas de 11 de setembro nos Estados Unidos. “Achamos que o único remédio para o terror é a justiça, a reconciliação e a promoção dos direitos humanos”, disse Uexkull em entrevista coletiva.

O prêmio “Right Livelihood” foi estabelecido pelo ex-comerciante de selos von Uexkull em 1980, para homenagear os esforços daqueles, na sua opinião, são ignorados pelo prestigiado prêmio Nobel. Para financiar o prêmio, ele vendeu sua coleção de selos. A cerimônia de premiação acontecerá no Parlamento sueco a 7 de dezembro, três dias antes da outorga do Nobel.