Léo Lima quer fazer as pazes com Renato Gaúcho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de março de 2003 as 18:59, por: cdb

Destaque da partida final do Campeonato Carioca, conquistado pelo Vasco após a vitória de 2 x 1 sobre o Fluminense, neste domingo, o meia Léo Lima também foi pivô de uma discussão com Renato Gaúcho, treinador adversário. Embora xingado veementemente, o jogador acenou com a bandeira branca.

“Não discuti com o Renato porque ele é mais velho e o respeito. Se der, depois dou até um abraço nele”, disse Léo Lima, que seguiu com as explicações:

“Depois do gol eu estava fazendo uma jogada perto dele, prendendo a bola, e ele me disse que se eu tentasse fazer alguma graça, ia mandar os jogadores do Fluminense quebrarem a minha perna. Mas não tenho raiva dele, o Renato é um grande treinador”, completou.

O auge da irritação de Renato Gaúcho aconteceu logo após o segundo gol do Vasco. Da área técnica do gramado do Maracanã, o treinador assistiu Léo Lima fazer um lançamento de letra para Cadu ajeitar de cabeça e Souza fuzilar o goleiro Kléber.

“O cruzamento para o gol saiu graças ao talento que Deus me deu. Não quero saber se é final ou não, parto para cima mesmo. O Vasco mereceu o título porque ganhamos tudo”, destacou Léo, se referindo às conquistas da Taça Guanabara e da Taça Rio – primeiro e segundo turnos do Carioca, respectivamente.