Lei determina que Amor Exigente seja ensinado nas escolas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 as 12:21, por: cdb

Cerca de 250 pessoas, dentre educadores das instâncias municipal, estadual e particular; membros e representantes da Regional do Amor Exigente de Divinópolis, representantes da Secretaria de Saúde e Polícia Militar participaram da solenidade realizada no auditório da Fiemg em que o prefeito Vladimir Azevedo sancionou a Lei que inclui na Proposta Pedagógica das Escolas da Rede Municipal de Ensino a abordagem do tema Prevenção e Qualidade de Vida de Amor Exigente – PQVAE. A assinatura foi na tarde dessa terça-feira (28/02/2012).

A secretária de Educação de Itumbiara, Maria Auxiliadora Nascimento Amorim esteve presente para fazer um relato de experiências na área da educação desse projeto que já está implantado em seu município. “Em Itumbiara nós já estamos com esse projeto implantado nas salas de aula desde 2009 e viemos trazer a nossa experiência prática para Divinópolis. Trazer a maneira como funciona nas nossas escolas, a maneira como trabalhamos desde os CEMEIS até a EJA”, explicou.

Auxiliadora também falou dos progressos com a implantação deste projeto. “Depois da implantação percebemos que temos crianças mais saudáveis, menos agressivas, escolas limpas, crianças e jovens que já estão dizendo não às coisas erradas, como em relação a sexualidade e às drogas”, afirmou.

De acordo com a secretária municipal de Educação de Divinópolis, Eliana Cançado, será elaborado um Plano de Trabalho, junto às escolas que aderirem ao programa. No próximo dia 08 de março será realizada uma reunião entre a secretária e as diretoras das escolas públicas para elaboração do cronograma de trabalho. “Estamos apostando muito nesta metodologia que há 27 anos tem dado certo no Brasil inteiro, para que a gente possa agregar ao nosso esforço nas escolas, para criar ao redor do nosso aluno uma rede de proteção contra a violência, o uso indiscriminado de drogas lícitas ou não, junto com o Amor Exigente de Divinópolis. Nós esperamos fazer a diferença na vida dessas escolas, na vida dessas crianças e desses jovens”, desejou a secretária.

Para o prefeito Vladimir Azevedo, esta lei faz parte do contexto da construção da Política sobre Drogas no município, um dos focos desta gestão. “Nós focamos essa questão da droga como uma política pública estruturante do nosso governo. Fomos a primeira cidade de Minas a criar a Secretaria de Política sobre Drogas, a segunda do Brasil. Criar a secretaria é só um meio para estruturar as políticas públicas, as ações de prevenção, de recuperação e de até apontamentos para as polícias na repressão ao crime, reinserção social de recuperados e isso passa muito pelo pilar da prevenção. Por isso, nós somos um dos primeiros municípios de Minas Gerais de criar esse projeto de qualidade de vida de prevenção das drogas, em parceria com o Amor Exigente, essa grande instituição que faz um trabalho brilhante nessa área desse mal do século que é a droga. Se nós não agirmos, a sociedade do bem com o poder público organizado, nós não vamos vencer essa batalha”. Vladimir destacou ainda que a lei estava sendo sancionada e ao mesmo tempo já estava ocorrendo uma reunião de trabalho para sua implantação ainda nesse semestre.

Amor Exigente

O projeto de autoria do Executivo Municipal considera Qualidade de Vida com Amor Exigente, os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais de convivência, conhecimentos e habilidades, atitudes e competências voltados à conservação da vida e da família.

O objetivo é trabalhar a valorização da família, da escola e das raízes culturais; a aprendizagem de valores sociais, morais éticos, de atitudes e competências que possibilitem a reflexão acerca das escolhas individuais, questionando-as e assumindo a responsabilidade pelo que somos e fazemos e o fortalecimento das relações interpessoais, através da confiança e diálogo entre alunos, educadores e pais, tendo como referencia os 12 princípios básicos e os 12 princípios éticos do Amor Exigente.