Lei de Informática deverá incentivar investimentos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de dezembro de 2001 as 22:04, por: cdb

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Horácio Lafer Piva, afirmou nesta sexta-feira que a publicação do decreto que coloca em prática a Lei de Informática, que deve acontecer na próxima sexta-feira, fará com que as empresas que planejam investir no setor eletroeletrônico realizem seus projetos, novos ou engavetados.

“A publicação traz tranquilidade à indústria, porque está legitimando as regras do jogo, que estavam em ´banho maria´ há bastante tempo, comprometendo, inclusive, uma série de investimentos que já deveria ter acontecido”, afirmou. Para ele, as novas alíquotas de IPI para os produtos eletroeletrônicos trarão mais segurança aos investidores. “Os investimentos não dependem só da lei, mas esse é um ponto fundamental”, disse.

As novas alíquotas de IPI são de 2% (componentes não fabricados no Brasil); 5% (componentes fabricados no País); 10% (partes e peças); e 15% (produtos acabados). Hoje, a alíquota é de 2% para todos os produtos, sejam importados ou nacionais.