Lagoa Rodrigo de Freitas inaugura estação de monitoramento da qualidade do ar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 as 15:19, por: cdb
O Rio contará com 21 unidades de monitoramento da qualidade do ar
O Rio contará com 21 unidades de monitoramento da qualidade do ar

Foi inaugurado nesta quinta-feira a estação de monitoramento da qualidade do ar na Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio. O secretário de Ambiente, Carlos Minc, e a presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Marilene Ramos, participaram da solenidade.

Durante a inauguração da estação da Lagoa, técnicos do Inea e da Cetrel (empresa responsável pela operação, manutenção e adequação da rede de monitoramento) fizeram a medição da qualidade do ar em tempo real.

O principal benefício dessa nova estação é que, além de medir continuamente a concentração de gases poluentes na atmosfera, como o monóxido de carbono, será possível gerar dados meteorológicos com agilidade.

O Governo do Estado está investindo R$ 28 milhões na instalação e operação do novo sistema. Até março de 2013, serão instaladas outras 15 estações semelhantes em pontos estratégicos da Cidade do Rio de Janeiro.

Em março do ano que vem, com o final da instalação da série de 16 novas estações, o Rio contará com 21 unidades de monitoramento da qualidade do ar não só na capital, mas em quatro municípios da Região Metropolitana: São Gonçalo, São João de Meriti, Belford Roxo e Nova Iguaçu.