Lagoa de Araruama terá monitoramento permanente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de março de 2010 as 13:18, por: cdb

A Lagoa de Araruama, cartão-postal da Região dos Lagos, passará a ser monitorada 24 horas por dia. Este é o objetivo do Projeto do Centro de Monitoramento Permanente da Lagoa de Araruama e Canal do Itajuru, orçado em R$ 100 mil, que será apresentado à população nesta sexta-feira (26), no Dormitório das Garças, em Cabo Frio.

O objetivo principal do Centro será analisar, gerenciar e fiscalizar a lagoa por meio do levantamento físico-químico das águas com o estudo semestral do fitoplancton e três análises anuais de balneabilidade. O estudo será feito através da instalação de pontos fixos de análise ao longo do Canal do Itajuru, da Praia das Palmeiras e Praia do Siqueira.

O material coletado por uma equipe de ambientalistas em pontos distintos da lagoa, do canal e da praia será enviado para um laboratório no Rio de Janeiro e, com o resultado periódico, poderão ser controlados os seguintes parâmetros nestes locais: oxigênio dissolvido na água, temperatura, salinidade, condutividade, PH, coliformes fecais, Enterococos, E. Coli, fósforo total, nitrogênio, amônia, Clorofila A.

“Com estas análises, esperamos ficar atentos às condições, principalmente da lagoa, para tentar evitar novas mortandades de peixe ou blooms de microalgas, como ocorreram em 2005 e 2007, após a mudança de coloração de algas. Este projeto que será um grande benefício para toda a região”, explicou o biólogo e chefe do Centro de Monitoramento, Mureb de Azevedo Mureb.