Knut tem comportamento psicopata, diz zoólogo alemão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de janeiro de 2008 as 18:29, por: cdb

Um zoólogo alemão afirmou que o famoso urso polar Knut tem um “comportamento psicopata”, e que provavelmente nunca vai se acasalar. Segundo o zoólogo Peter Arras, o urso, que foi criado por humanos, não aprendeu com sua mãe qual é o cheiro de uma fêmea e, por isso, “não vai saber o que fazer quando for colocado com uma ursa”.

Arras criticou duramente os métodos do zoológico de Berlin, onde Knut foi criado a mamadeira depois de ser rejeitado pela mãe.

Segundo o zoólogo, o urso mostra um comportamento que seria classificado de “psicopata” no mundo animal.

O urso de um ano de idade parece triste e balança a cabeça freqüentemente, de maneira incomum a ursos normais, de acordo com Arras.

Comércio

A declaração polêmica foi feita um dia antes do zoológico de Nuremberg anunciar a estratégia de comercialização de sua ursinha polar chamada Flocke (floco, em alemão).

A ursa também foi rejeitada pela mãe e está sendo criada por funcionários do zôo da cidade no sul da Alemanha. De acordo com a prefeitura de Nuremberg, mais de 200 empresas querem usá-la como garota-propaganda para seus produtos.

Um porta-voz disse que “principalmente fabricantes de brinquedos e de roupas e editoras de livros” mostraram interesse.

O zoológico registrou a marca “Flocke” e “Eisbär Flocke” (urso polar Flocke) e espera lucrar com a filhote – como no caso do famoso urso Knut, de Berlim, que ganhou até programa na televisão.

Segundo o psicólogo alemão Peter Walschburger, os filhotes de urso polar são tão populares porque o público sabe que eles sobreviveram em uma situação difícil.

Além disso, as feições infantis e o contraste do pêlo branco com a natureza ao seu redor atraem a atenção e a simpatia das pessoas.