Juventus elimina Real Madri

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de maio de 2003 as 22:49, por: cdb

A Juventus desbancou o todo poderoso Real Madrid e garantiu a segunda vaga na final da Liga dos Campeões, com uma vitória por 3 x 1 sobre a equipe espanhola, nesta quarta-feira, em Turim. Agora, a “Velha Senhora” encara o rival Milan, no dia 28 de maio, em Manchester, numa repetição do duelo travado no Campeonato Italiano.

Com a vitória por 2 x 1 em Madrid, o Real jogava pelo empate na Itália, mas sua defesa não conseguiu conter a velocidade do adversário e fez a festa dos italianos, que festejaram a vaga apenas quatro dias depois de comemorarem o título italiano. Figo ainda teve a chance de classificar os espanhóis, mas perdeu um pênalti quando perdia por 2 x 0. Trezeguet, Del Piero e Nedved fizeram os gols da Juve, e Zidane descontou.

A Juventus entrou em campo disposta a sufocar o Real Madrid, e o plano surtiu efeito logo aos 12 minutos. Nedved caiu pela direita e cruzou na cabeça de Raúl, que apenas desviou para trás. Trezeguet apareceu na área e bateu de primeira, marcando o primeiro gol do jogo.

O real respondeu aos 22 min, mas não teve a mesma felicidade. Após chute errado de Figo, Guti aproveitou o vacilo da defesa juventina e ficou livre à frente de Buffon, enquanto os zagueiros pararam pedindo o impedimento. O atacante chutou em cima do goleiro e perdeu uma excelente oportunidade de empatar o jogo.

Melhor em campo, o time italiano manteve a ofensividade e deu os contra-ataques ao Real, que não soube aproveitar. Melhor para a Juve, que marcou novamente com Del Piero. Dentro da área, o atacante encarou Hierro e Zidane, balançou à frente dos dois marcadores e chutou no canto direito de Casillas, que não conseguiu evitar o gol.

O domínio italiano continuou no início da segunda etapa, mas a entrada de Ronaldo no lugar de Flávio Conceição deu esperanças aos madrilenhos. No primeiro lance do brasileiro, ele foi derrubado por trás dentro da área e o juiz marcou o pênalti. Figo partiu para a cobrança, mas bateu fraco, rasteiro, e Buffon defendeu sem muitas dificuldades.

Azar dos espanhóis, que perderam o jogo 12 minutos depois. Zambrotta fez lançamento em profundidade e pegou a defesa do Real em linha. Nedved entrou em velocidade e bateu da entrada da área, sem chances para Casillas. A classificação estava garantida.

Nem o gol de Zidane, num chute cruzado de dentro da área, aos 44 min, salvou o Real Madrid, que insistiu inutilmente durante os 5 min de desconto.

JUVENTUS 3 X 1 REAL MADRID

Juventus
1-Buffon, 21-Thuram, 5-Tudor, 4-Montero e 15-Birindelli (7-Pessotto); 3-Tacchinardi, 19-Zambrotta, 26-Davids (8-Conte) e 11-Nedved; 10-Del Piero e 17-Trezeguet (16-Camoranesi).
Técnico: Marcelo Lippi

Real Madrid
1-Casillas, 2-Salgado, 4-Hierro, 6-Helguera e 3-Roberto Carlos; 16-Flávio Conceição (11-Ronaldo), 19-Cambiasso (8-McManaman), 5-Zidane e 10-Figo; 14-Guti e 7-Raúl.
Técnico: Vicente Del Bosque

Data: 14/5 (quarta-feira)
Local: estádio Delle Alpi, em Turim
Árbitro: Urs Meier (SUI)
Assistentes: Rudolf Käpeli (SUI) e Francesco Buragina (SUI)
Cartões amarelos: Flávio Conceição, Montero, Salgado, Tacchinardi, Hierro e Nedved
Gols: Trezeguet, aos 12 min, e Del Piero, aos 43 min do primeiro tempo; Nedved, aos 28 min, e Zidane, aos 44 min do segundo tempo.