Justiça dos EUA pede que Suprema Corte rejeite apelação da Microsoft

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 3 de setembro de 2001 as 16:18, por: cdb

O Departamento de Justiça do Estados Unidos (DOJ) solicitou à Suprema Corte a rejeição do pedido de revisão, feito pela Microsoft, do caso antitruste movido pelo governo norte-americano contra ela.

No início deste mês, os advogados da empresa de Bill Gates solicitaram à Suprema Corte dos Estados Unidos que revisasse a decisão da corte de apelação, que entendeu que a Microsoft abusou e usou ilegalmente o seu conhecimento e informações privilegiadas relativas aos sistemas operacionais para minar a concorrência.

A Microsoft argumentou, em sua apelação, que a Corte Distrital de Columbia deve desconsiderar os argumentos e soluções apresentados pelo juiz Thomas Penfield Jackson – responsável por praticamente todo o processo do caso antitruste. No pedido à Suprema Corte, a empresa de Bill Gates usa, como defesa contra a corte de apelação, os comentários feitos pelo juiz à imprensa durante o período em que estava no comando do julgamento.

O julgamento agora prossegue sob o comando da juíza Colleen Kollar-Kotelly, nomeada na semana passada para dar seqüência ao caso e determinar os procedimentos a serem adotados contra a Microsoft.

Além disso, o DOJ entrou com um pedido, na semana passada, junto à Corte Distrital americana solicitando uma conferência emergencial no caso antitruste movido contra a Microsoft que foi marcado pela nova juíza para o próximo dia 21 de setembro.