Justiça americana capitula diante da Microsoft

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de setembro de 2001 as 19:28, por: cdb

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou, nesta quinta-feira, que não vai mais brigar pela divisão da Microsoft na próxima fase do julgamento em que a gigante dos softwares é acusada de práticas desleais de monopólio.

No final de junho, a Corte Federal de Apelações do Distrito de Colúmbia reverteu a decisão do juiz Thomas Penfield Jackson, de um tribunal de instância inferior, que determinara, no ano passado, a divisão da Microsoft.

Jackson concluíra que a Microsoft estava adotando práticas contra a concorrência ao impor a instalação de vários softwares aos fabricantes de computadores.

Ao mesmo tempo, o tribunal federal ratificou a opinião de que a Microsoft detém o monopólio no mercado de sistemas operacionais. O caso foi enviado de volta à Corte Distrital de Washington, para que outras opções de punição fossem analisadas.

O Departamento de Justiça anunciou que, ao invés da cisão da Microsoft, passará a buscar maneiras alternativas de evitar que a companhia viole as leis antitruste norte-americanas.