JPMorgan Chase segue com resultados positivos e supera expectativas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de outubro de 2009 as 13:20, por: cdb

O banco de investimentos JPMorgan Chase & Co. anunciou, nesta quarta-feira, resultado acentuadamente maior no terceiro trimestre, superando as expectativas de Wall Street, conforme ganhos na área de banco de investimento compensaram perdas profundas com cartões de crédito e outros empréstimos ao consumidor. O segundo maior banco dos Estados Unidos teve lucro líquido de US$ 3,6 bilhões, ou US$ 0,82 por ação, contra US$ 527 milhões, ou US$ 0,09 por ação, no mesmo período um ano antes.

– Neste ambiente, este é um desempenho digno de campeão – disse Mike Holland, presidente da Holland & Co, em Nova York.

Analistas em média previam lucro de US$ 0,52 por ação, segundo a agência de notícias econômicas Thomson Reuters I/B/E/S. Custos com crédito aumentaram, conforme o banco adicionou US$ 2 bilhões às reservas para se proteger contra futuras perdas de transações voltadas aos consumidores e outros empréstimos, elevando as reservas totais para US$ 31,5 bilhões.

As perdas com empréstimos também saltaram e o banco registrou US$ 7 bilhões em cancelamentos de dívida líquidos nos empréstimos ao consumidor, acima dos US$ 3,3 bilhões no ano anterior.

– Embora estejamos vendo alguns sinais iniciais de estabilidade do crédito ao consumidor, ainda não temos certeza que essa tendência continuará – afirmou o presidente-executivo do banco, Jamie Dimon, em um comunicado.

A unidade apresentou um ganho de US$ 400 milhões em empréstimos de alavancagem e posições relacionadas a hipotecas, que tiveram uma baixa contábil de US$ 3,6 bilhões no mesmo trimestre um ano antes. Havia um cenário diferente nos negócios de cartão de crédito do JP Morgan, que registrou prejuízo de US$ 700 milhões, contra lucro de US$ 292 milhões no ano passado.

Investidores estarão atentos para que o JPMorgan, que se manteve entre as instituições financeiras mais saudáveis dos Estados Unidos durante a crise financeira, eleve seu dividendo. O banco reduziu seu dividendo trimestral para US$ 0,05 por ação, contra US$ 0,38 por ação em fevereiro.

– Eu ainda vejo o JPMorgan como o primeiro banco a restaurar dividendos – disse Anton Schutz, presidente da Mendon Capital, em Nova York.

As ações do JPMorgan exibiam alta de 3,7% no pregão eletrônico de Nova York, negociadas a US$ 47,35. Na terça-feira, os papéis fecharam cotados a US$ 45,66.