José Dirceu confirma exclusão do PMDB

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 20 de dezembro de 2002 as 16:34, por: cdb

Não saiu o tão esperado acordo entre o PT e o PMDB anunciado nesta quinta-feira, que previa a participação dos peemedebistas no futuro governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A ruptura do acordo foi confirmada na tarde desta sexta-feira tanto pela cúpula do PMDB quanto pelo futuro ministro chefe da Casa Civil José Dirceu. Depois da nota divulgada pelo PMDB, foi a vez de Dirceu anunciar que o acordo fracassou, num hotel da zona sul da capital paulista, onde Lula divulgou mais cinco nomes da sua equipe.

Segundo Dirceu, Lula anuncia todo o restante da equipe ministerial na segunda-feira, em Brasília.

Minas e Energia

A indicação de Dilma Rousseff, que integra a equipe de transição, para as Minas e Energia foi definida na última hora, segundo lideranças do PT. Apesar de ser cotada para o cargo desde o início, o possível acordo entre o PT e o PMDB previa que a pasta ficaria com os peemedebistas.

Segundo Dirceu as negociações com o PMDB não foram enterradas. Apesar deles terem ficado sem ministério, Dirceu afirmou que precisará do PMDB para dar sustentabilidade para o governo no Congresso.