Jornal Nacional amarga queda na audiência

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de março de 2003 as 10:49, por: cdb

Mais antigo e influente telejornal brasileiro, o Jornal Nacional, da Globo, amargou nos últimos meses suas piores audiências mensais dos anos 2000. Em dezembro, o JN registrou audiência domiciliar média de apenas 29 pontos, seu recorde negativo. Em janeiro, a média foi de 33 pontos na Grande São Paulo.

Nos números do Ibope, o telejornal vem em curva descendente desde setembro, quando começou o horário eleitoral gratuito, que é apontado pela Globo como o principal vilão, pois reduziu o número de televisores ligados. Mas há também influência do desempenho abaixo da média das últimas novelas das sete e das oito, que “ensanduícham” o JN.

A queda do JN, a rigor, acompanha a do número de televisores ligados. Sua audiência domiciliar caiu 13% comparando-se janeiro de 2003 (33 pontos) com janeiro de 2000 (38), quase o mesmo desempenho do índice de TVs ligadas, que baixou 10%. Tanto que o share (participação no total de aparelhos ligados) do JN manteve-se estável (54% em janeiro/ 03; 55% em janeiro/00).

Isso indica que a concorrência da Globo não está tendo competência para tirar proveito da aparente fragilidade do ainda líder absoluto JN. O público que o JN perdeu praticamente não migrou. As telenovelas latinas já não tiram mais pontos do JN, ao contrário do que ocorreu na segunda metade dos anos 90.