John Kerry precisa contratar Duda Mendonça para salvar sua campanha

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de setembro de 2004 as 02:11, por: cdb
Atualizado em 14/11/16 15:18

Ser veterano de guerra é bom, ainda mais num país como os Estados Unidos. Acontece que, o conflito no Vietnã já acabou há décadas e a “fila tem que andar”. Nisso, Dick Cheney, atual vice-presidente, está certo.

 

Agora está acontecendo uma outra guerra. Lá no Oriente Médio, no Iraque. E agora o inimigo é diferente, não tem olhinhos puxados e pele “marrom bombom”. A maioria deles usa barba e lenço na cabeça.

 

John Kerry deveria contratar Duda Mendonça para fazer a campanha dele. Porque se o publicitário brasileiro conseguiu fazer Lula parecer com tudo o que ele não era, fazendo o impossível e deixando o ex-sindicalista com cara de “chefe de estado” certamente conseguiria trocar os papéis e faria Kid Bush “virar” o bandido da história.

 

Esse é o ponto principal, o “trunfo” está em destituir Bush do posto de “salvador da pátria” e não ficar tentando fazer Rambo Kerry se tornar uma simpatia e ter carisma de uma hora para outra.

 

Aliás, esse é o problema, a imagem de George Bush é muito forte perto da imagem de John Kerry e se formos comparar John Edwards com Dick Cheney então, será uma covardia.

 

Cheney é o ACM da política norte-americana, cheio de lobbies e armações, além de ser um velhaco politiqueiro. Perto dele, o bonitão J.Edwards ainda está engatinhando.

 

Os republicanos são ótimos com o principal meio de comunicação em massa dos EUA, a televisão.

 

Eles dão um show em cima dos democratas.

 

Bush sabe falar, fala com propriedade. Na verdade, mente com propriedade. Digamos que estaria “pau-a-pau” com Paulo Maluf.