Jogadores negros boicotam campanha antirracista no futebol inglês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de outubro de 2012 as 09:24, por: cdb

(1’14” / 290 Kb) – Jogadores negros do campeonato inglês de futebol (Premier League) se recusaram a vestir camisetas da campanha de combate ao racismo, a “Kick it Out” – em português “Chute para fora”. Para esses atletas, a campanha não contribui para acabar com o racismo no futebol. Eles também discordam das punições dadas pela Federação Inglesa de Futebol aos jogadores que praticaram racismo, por considerá-las brandas.

A proposta é que os jogadores entrassem em campo com as camisetas contendo mensagens antirracistas nesta semana de ação da campanha.

Um dos casos de racismo no futebol inglês ocorreu no ano passado, quando o zagueiro do Chelsea John Terry foi punido com suspensão de quatro jogos e multa de 220 mil libras. O atleta fez insultos racistas a Anton Ferdinand, jogador negro do Queens Park Rangers.

Entre os atletas que não vestiram a camiseta da campanha estão o próprio Anton Ferdinand, seu irmão Rio Ferdinand e Joleon Lescott, ambos zagueiros do Machester City, o meia Fabian Delph, do Aston Villa, e o atacante Jason Roberts, do Reading.

Somente na partida entre o time de Anton Ferdinand, o Queens Park Rangers e o Everton no último domingo (21) oito jogadores das duas equipes boicotaram a campanha.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

22/10/12