Jogadores brasileiros elogiam a seleção coreana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 20 de novembro de 2002 as 14:39, por: cdb

Depois de derrotar a Coréia do Sul por 3 x 2 na quarta-feira com um gol de pênalti nos descontos, os jogadores brasileiros elogiaram a atuação da equipe adversária, que terminou a Copa do Mundo em quarto lugar.

“É uma equipe forte”, disse Ronaldo, que marcou dois gols na partida disputada no Seoul World Cup Stadium frente a 63 mil pessoas.

“Quem for jogar contra a equipe coreana na próxima Copa do Mundo terá que se preparar bastante”, completou Ronaldinho Gaúcho, que marcou o gol da vitória.

A Coréia do Sul abriu o placar aos sete minutos com Seol Ki-hyeon, e Ronaldo empatou 10 minutos depois. No segundo tempo, Ahn Jung-hwan colocou os coreanos novamente na frente no placar, e mais uma vez Ronaldo empatou, aos 22. O Brasil só garantiu a vitória com o pênalti cobrado por Ronaldinho Gaúcho aos 47 minutos.

A partida marcou a despedida do técnico Mario Jorge Lobo Zagallo, convidado para dirigir a seleção brasileira no amistoso como uma homenagem. Despediram-se de sua seleção também o capitão sul-coreano Hong Myung-bo e o atacante Hwang Sun-Hong.

“Estou contente por ter terminado de forma honrosa. Há atletas talentosos (na equipe coreana)”, disse Hong, que estreou na seleção em 1990.

Brasil e Coréia do Sul tinham se enfrentado três vezes antes. Na última partida, em março de 1999, os coreanos venceram por 1 x 0. Nos outros dois jogos o Brasil saiu vitorioso.