Jogador australiano de basquete diz que terá segurança pessoal no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de junho de 2016 as 14:07, por: cdb

A chefe da delegação da Austrália, Kitty Chiller, disse que o incidente foi um “pequeno alerta” e que escreveu ao comitê organizador da Rio 2016 e ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, cobrando uma ação

Por Redação, com Reuters – de Londres/Brasília:

O jogador de basquete australiano Patty Mills disse que pretende contratar seguranças particulares para a Olimpíada do Rio de Janeiro para garantir a proteção de sua família, depois que uma velejadora paralímpica de seu país e uma colega de delegação foram assaltadas na cidade-sede dos Jogos.

A velejadora Liesl Tesch e a fisioterapeuta Sarah Ross disseram que estavam andando de bicicleta em um parque próximo de seu hotel, na praia do Flamengo, na manhã do último domingo, quando foram confrontadas por dois homens, um dos quais tinha um revólver.

O jogador de basquete australiano Patty Mills disse que pretende contratar seguranças particulares para a Olimpíada do Rio
O jogador de basquete australiano Patty Mills disse que pretende contratar seguranças particulares para a Olimpíada do Rio

A chefe da delegação da Austrália, Kitty Chiller, disse que o incidente foi um “pequeno alerta” e que escreveu ao comitê organizador da Rio 2016 e ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, cobrando uma ação.

– Obviamente não dá para ignorar isso. Teremos uma equipe com nossa família para ter certeza de que eles estão bem cuidados – disse Mills, que atua no San Antonio Spurs, à News Corp.

– É uma Olimpíada e você quer ter certeza de que vai compartilhar essa experiência com sua família e seus amigos tanto quanto possível.

Indagado se levará um guarda-costas ao Rio, Mills respondeu: “Sim, lá nos Estados Unidos temos alguns contatos para garantir que eles sejam bem cuidados”.

Tomas Berdych

O tenista número nove do mundo, Tomas Berdych, disse que ainda não decidiu se irá competir na Olimpíada do Rio de Janeiro por causa dos riscos à saúde representados pelo zika vírus.

– A Olimpíada ainda está no meu calendário e nos meus planos – afirmou o tcheco, 10º cabeça de chave do torneio de Wimbledon deste ano, à mídia britânica.

– Isso (zika) com certeza é algo que está na minha cabeça. Tenho que ver isso bem e pensar a respeito. Só preciso ver como as coisas estão indo e depois tomar a melhor decisão para mim mesmo (mais perto dos Jogos) – acrescentou.

Autoridades de saúde dos Estados Unidos concluíram que as infecções de zika em gestantes podem causar microcefalia, uma má-formação craniana.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse haver um grande consenso entre os cientistas de que o zika também pode provocar a doença neurológica conhecida como Síndrome de Guillain-Barré, que causa paralisia temporária em adultos.

A relação entre o zika e a microcefalia em recém-nascidos foi registrada pela primeira vez no Brasil, que já confirmou mais de 1,4 mil casos de microcefalia relacionados a infecções pelo zika vírus nas mães.

O golfista Rory McIlroy, detentor de quatro grandes títulos, e seus colegas Vijay Singh, de Fiji, e Charl Schwartzel, da África do Sul, além do ciclista norte-americano Tejay van Garderen, já anunciaram que não atuarão na Rio 2016 por causa da ameaça do zika.

Mas o tenista número um do ranking, Novak Djokovic, disse estar totalmente concentrado nos Jogos, que acontecerão de 5 a 21 de agosto.

Segurança na Olimpíada

O ministro da Justiça, Alexandre Moraes, disse nesta quinta-feira que o Brasil está tomando todas as ações de inteligência e logística para garantir a segurança dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, incluindo terrorismo.

Em declaração a jornalistas após reunião com o presidente interino Michel Temer e outros ministros, Moraes disse que o reforço de tropas federais não será o pedido pelas autoridades do Rio devido à liberação de recursos federais, e que definirá com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o número do contingente a ser enviado para a Olimpíada.

Na véspera, Jungmann já havia dito que o governo federal decidira atender ao pedido de reforço para o Rio e que o contingente seria anunciado ainda nesta semana.