Jimmy Carter fica com Prêmio Nobel da Paz de 2002

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de outubro de 2002 as 17:53, por: cdb

O ex-presidente norte-americano, Jimmy Carter, ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 2002, informou o Comitê do Nobel na manhã desta sexta-feira, em Oslo, Noruega. Carter, de 78 anos, recebeu o prêmio por suas atividades como mediador em conflitos bélicos desde que deixou a Casa Branca, em 1981, e por promover o desenvolvimento econômico e social. Carter ficou no poder de 77 a 81.

O Comitê norueguês citou ainda a “vital contribuição” de Carter no acordo de Camp David, entre o Egito e Israel, em 17 de setembro de 1978, e sua luta pelos direitos humanos. O ex-presidente vai receber o prêmio e U$ 1 milhão.

O prêmio do ano passado foi concedido à Organização das Nações Unidas e ao seu secretário-geral, Kofi Annan. 156 personalidades e organizações, entre elas os Bombeiros do Muno, o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, o juiz espanhol Baltasar Garzón, e o atual presidente dos EUA, George W. Bush, foram indicados para receber o prêmio.

Crítica

O presidente do Comitê Nobel, Gunnar Berge, disse que a premiação do ex-presidente é também uma “crítica a política” do atual governo dos EUA.