Jaques Wagner prevê “guerra prolongada” em Salvador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 10 de setembro de 2009 as 13:22, por: cdb

O governo da Bahia decidiu transferir para o presídio federal de segurança máxima de Catanduvas (PR) mais 14 pessoas ligadas ao Comando da Paz, facção criminosa do traficante Cláudio Campanha – apontado como responsável pelos atentados nos últimos dias, a postos policiais e a ônibus na capital baiana.

Os presos viajaram nesta quinta-feira em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB). O embarque ocorreu ao meio-dia na Base Aérea de Salvador.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que está descartado o pedido de convocação da Força Nacional de Segurança Pública.

O governador Jaques Wagner (PT-BA) anunciou que o contingente de policiais em Salvador será aumentado com o remanejamento de homens do interior do estado.

– Essa guerra é sem trégua, sem fronteira e prolongada –, declarou o governador à imprensa.

Wagner informou ainda que quatro pessoas envolvidas nos atentados foram mortas na noite desta quarta-feira.

– Se houver conflito aberto, eu vou torcer que tombe alguém do mundo do crime –, finalizou.