Japoneses se manifestam contra candidatura de Tóquio para sediar Olimpíadas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de outubro de 2009 as 10:55, por: cdb

Nem só elogios aparecem em Copenhague, na Dinamarca, para as cidades candidatas a sediar as Olimpíadas de 2016. Na manhã desta quinta-feira, um grupo de nove japoneses segurava uma faixa em frente ao hotel onde ocorrem as reuniões de presidentes e membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) pedindo que não votassem em Tóquio.

– A candidatura de Tóquio para sediar os Jogos Olímpicos não foi feita de forma democrática, não houve discussão para saber o que povo japonês acha, nós não apoiamos isso – disse o secretário-geral da Federação de Novos Esportes Japoneses de Tóquio, Inoue Takashi.

Ele concorda que o desenvolvimento que uma Olimpíada traz para um país é importante, mas não aprova a forma como a definição da sede é feita. Segundo Takashi, uma pesquisa de opinião feita em Tóquio mostrou que pouco mais da metade, 56% da população, apoia os jogos na capital japonesa.

– Os jogos em Tóquio iriam manchar a história das Olimpíadas, assim como do povo japonês – disse.

O secretário-geral da Associação Japonesa de Advogados pela Liberdade, Satoru Yokoyama, disse que tem um profundo respeito pelo movimento olímpico, que tem levado educação, paz e cultura para o mundo. Mas afirmou, no entanto, que não pode apoiar o plano do governador de Tóquio, Shintaro Ishihara.

Segundo os manifestantes, eles representam cerca de 500 mil pessoas no Japão que estão insatisfeitos com a candidatura de Tóquio para sede das Olimpíadas de 2016.