Japão perdoa dívida do Iraque, se EUA fizerem o mesmo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de dezembro de 2003 as 08:43, por: cdb

O Japão anunciou nesta segunda-feira que está disposto a perdoar a maior parte da dívida que o Iraque tem com o país, se outras nações fizerem o mesmo. O anúncio feito pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão depois de uma conversa entre o primeiro-ministro Junichiro Koizumi e o enviado especial americano ao país, James Baker.

Baker, que já conseguiu que vários outros países europeus tomassem a mesma decisão, afirmou que sua viagem ao Japão foi extremamente bem sucedida. O Japão é um dos maiores credores do Iraque, que deve cerca de US$ 8 bilhões – a maior parte emprestada pelos japoneses para a construção de centrais de abastecimento de energia e hospitais no Iraque nos anos 70 e 80.

Os japoneses relutavam em perdoar a dívida do Iraque porque já haviam se comprometido a doar US$ 5 bilhões em ajuda financeira ao país invadido pelos Estados Unidos. Mas, segundo os americanos, o perdão de países à dívida iraquiana é um passo importante para a reconstrução do Iraque.