Japão destrói satélites que iriam monitorar Coréia do Norte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 29 de novembro de 2003 as 08:34, por: cdb

Autoridades do Japão afirmaram ter destruído um foguete que transportava dois satélites espiões programados para monitorar a Coréia do Norte.

De acordo com os funcionários do Programa Espacial Japonês, o foguete teve de ser inutilizado, logo após o lançamento neste sábado, devido a problemas técnicos não especificados.

O lançamento do foguete, planejado originalmente para setembro, foi adiado três vezes por causa de falhas técnicas. Um porta-voz do Programa Espacial disse que a decisão de destruir o foguete foi tomada após análise de especialistas.

– Não podemos fornecer maiores detalhes, mas a ordem foi dada assim que percebemos que esta missão não seria bem-sucedida – disse Shoko Yamamoto.

Coréia do Norte

No momento, o Japão já tem dois satélites monitorando a Coréia do Norte. O governo japonês considera que o país esteja desenvolvendo armas nucleares.

O correspondente da BBC em Tóquio disse que o incidente deste sábado representa uma situação embaraçosa para o Japão, pois ocorre apenas algumas semanas após a China – um país menos desenvolvido em nível tecnológico -, ter enviado um homem ao espaço.

O governo norte-coreano criticou o lançamento dos dois primeiros satélites e disse que eles representavam “um ato hostil” que poderia causar uma nova corrida armamentista.

O projeto de envio de satélites espiões é uma resposta do Japão ao lançamento de mísseis balísticos pela Coréia do Norte no Oceano Pacífico em 1998.

Segundo o professor de Governo e Estudos Asiáticos da Georgetown University em Washington, Victor Cha, o episódio chocou os japoneses. “Eles perceberam que teriam que acordar sem ter que confiar 100% nos Estados Unidos para protegê-los”, afirmou Cha.