James Camerom volta às telas desafiando a indústria cinematográfica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 7 de abril de 2003 as 17:55, por: cdb

James Cameron, diretor de Titanic desafia a indústria cinematográfica a, finalmente, entrar no século 21. Ele produziu e dirigiu o documentário Ghosts of the Abyss (Fantasmas do Abismo), que tem estréia marcada na próxima sexta-feira nos Estados Unidos, em homenagem aos 91 anos do naufrágio do “navio mais seguro do mundo”, em 10 de abril de 1912.

Mas essa volta à musa do filme que garantiu a Cameron todos os prêmios de 1998 – e rendeu quase US$ 2 bilhões de bilheteria pelo mundo afora, tornando-se o filme mais popular da história do cinema – é, na realidade, menos importante do que os meios com que o diretor registra o reencontro: as novíssimas câmeras digitais 3D desenvolvidas especialmente para Cameron por uma joint venture da Sony e da Panavision.

“Tenho esta obsessão com 3D desde o início do meu trabalho no cinema”, diz Cameron, conversando com jornalistas num restaurante do complexo Universal Studios, imediatamente após a primeira exibição de Ghosts para a mídia.