Jamais a Força Armada atacará o povo, diz ministro venezuelano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 15:10, por: cdb

Por ocasião das comemorações dos 23 anos do Caracazo, o ministro da Defesa, Henry Rangel Silva, disse que a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) jamais voltará a utilizar suas armas contra o povo venezuelano.
Através da conta no Twitter @ceofanb, Rangel Silva escreveu nesta segunda-feira (27) “Hoje, 27 de fevereiro, estamos seguros de que jamais a FANB voltará a utilizar suas armas contra o povo venezuelano”.

Por sua parte, o presidente da Assembleia Nacional (AN), Diosdado Cabello, escreveu na mesma rede social que o “27 de fevereiro, dia do povo e da rebeldia, 23 anos depois o fascismo quer desestabilizar o país, são previsíveis”.

Em 27 de fevereiro de 1989, militares, policiais e demais efetivos da força pública, devidamente armados, receberam a ordem de arremeter contra o povo que saiu às ruas de Caracas e Guarenas, principalmente, para protestar contra o “pacote econômico” imposto pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Agência Bolivariana de Notícias

 

..