Iuan desvaloriza a nível mais fraco desde 2011

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 as 11:41, por: cdb

O banco central da China definiu a taxa referencial do iuan em 6,5314 por dólar antes de o mercado doméstico abrir

Por Redação, com Reuters – de Pequim:

A cotação doméstica do iuan enfraqueceu contra o dólar nesta quarta-feira a seu menor nível desde março de 2011 após o banco central da China definir sua taxa referencial para a moeda.

O iuan no mercado internacional caiu a 6,7250 por dólar, seu menor nível desde que as operações internacionais começaram em 2010. A fraqueza do iuan pesou sobre as moedas em toda a Ásia.

China
A fraqueza do iuan, moeda chinesa, pesou sobre as moedas em toda a Ásia

O banco central da China definiu a taxa referencial do iuan em 6,5314 por dólar antes de o mercado doméstico abrir, 0,22% mais fraco do que a anterior de 6,5169, a maior queda entre correções diárias desde 3 de novembro.

A depreciação do iuan tem ganhado força, disse o HSBC em uma nota de pesquisa, sugerindo que a política cambial da China pode se tornar mais flexível em breve. O HSBC vê o iuan terminando 2016 em 6,70 por dólar com maior flexibilidade.

PMI de serviços

A atividade do setor de serviços da China cresceu no ritmo mais lento em 17 meses em dezembro, mostrou nesta quarta-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), em mais uma indicação de que a segunda maior economia do mundo pode estar perdendo força.

O PMI do Caixin/Markit caiu para 50,2 em dezembro ante 51,2 em novembro. A leitura foi a mais baixa desde julho de 2014 e a segunda menor desde o início da série histórica no final de 2005. Leitura acima de 50 indica crescimento.

O subíndice de novos negócios caiu para 50,6 em dezembro ante 51,1 em novembro, uma vez que as empresas relataram demanda relativamente fraca, embora elas tenham contratado trabalhadores a uma taxa ligeiramente maior.