Itamar e Simon concorrem à preferência dos eleitores no PMDB

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de outubro de 2001 as 18:28, por: cdb

O governador de Minas Gerais, Itamar Franco, e o senador Pedro Simon (PMDB-RS) decidiram oficializar suas pré-candidaturas à presidência da República e participar das eleições prévias, marcadas pela convenção nacional do PMDB para 20 de janeiro.

A decisão foi tomada em encontro encerrado nesta sexta-feira à tarde, em Belo Horizonte. Os dois combinaram formalizar a decisão na próxima terça-feira, em reunião com o presidente do partido, deputado Michel Temer (SP), e os líderes do PMDB na Câmara e no Senado, deputado Geddel Vieira Lima (BA) e Renan Calheiros (AL).

Itamar e Simon pretendem pedir a Temer que os inscreva como concorrentes. “Com isso”, observa o senador, “cai por terra a proposta do governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, de adiar a decisão, o que exigiria uma nova convenção”.

O senador gaúcho ironiza que não será por falta de concorrentes que o PMDB deixará de ter candidato próprio à sucessão do presidente Fernando Henrique Cardoso.

Ele e Itamar decidiram, ainda, fazer três recomendações à direção do partido: que não indique nenhum de seus quadros para preencher a vaga aberta no Ministério da Integração Nacional com a eleição do senador Ramez Tebet para a presidência do Senado; que Temer não aceite o convite de Fernando Henrique para acompanhá-lo a Paris, juntamente com os presidentes do PFL e do PSDB, viagem durante a qual ambos, Itamar e Simon, imaginam que seria definida uma candidatura única da base aliada; e, finalmente, que o PMDB saia do governo antes da realização das eleições prévias em janeiro.