Italianos serão julgados por protestos contra o G8 em 2001

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de dezembro de 2003 as 20:29, por: cdb

Uma corte italiana decidiu nesta quarta-feira levar 25 ativistas contrários ao capitalismo e à globalização a julgamento por tumultos e saques durante o encontro do G8 em Gênova, em 2001, quando um manifestante foi morto em confrontos violentos com a polícia.

A primeira audiência será em 2 de março de 2004, disseram autoridades judiciais em Gênova. Os ativistas são acusados de saques, danos a propriedades, resistência à prisao, porte de materiais explosivos e furtos.

Cerca de 300 pessoas foram presas durante os tumultos na cidade portuária italiana. Alguns atiraram pedras e incendiaram casas e edifícios.